Boa Tarde! Hoje é 16 de Maio de 2021


Obesidade e circunferência abdominal

 

Obesidade e circunferência abdominal

 

       A obesidade tem como uma das consequências o aumento da circunferência abdominal. Este fato geralmente ocasionado por maus hábitos alimentares e sedentarismo pode ocasionar problemas circulatórios e cardíacos, além de muitas outras enfermidades que comprometem a qualidade de vida e está relacionado à dificuldade em manter a ereção na relação sexual.

 

           Previna a visceroptose

 

        A visceroptose é muito comum hoje em dia. As características principais deste problema são um abdômen grande e flácido. As vísceras ficam pesadas e inchadas devido ao acúmulo de toxinas e gorduras que se depositam dificultando os movimentos pélvicos e peristálticos.

 

       A visceroptose é provocada por alimentação inadequada e excesso de bebidas alcoólicas destiladas ou fermentadas como a cerveja. A mistura frequente de carnes gordurosas, embutidos, enlatados, frituras, salgadinhos, doces, etc. A ingestão excessiva destes alimentos podem, gradativamente, prejudicar a região do abdômen e, uma das consequências, é afetar o desempenho sexual dificultando o mecanismo de ereção e provocando a redução da libido.

 

         As substâncias tóxicas e gorduras depositadas na região do abdômen aumentam o índice de radicais livres, bem como as taxas de colesterol e triglicerídeos, sendo uma das principais causas do envelhecimento precoce e doenças como diabetes e câncer. Para prevenir esse problema é importante uma alimentação adequada, evitando bebidas alcoólicas e o sedentarismo. Procurar um nutricionista pode auxiliar muito.

 

Previna a SPE “Síndrome do Pênis Enterrado”

 

 

Esta síndrome, a qual acomete a região do baixo abdômen, é caracterizada por uma camada de gordura que se acumula sobre a região genital afetando o mecanismo de ereção devido à baixa intensidade do fluxo sanguíneo, o que reflete diretamente na capacidade de manter o pênis ereto.

 

Podemos concluir que o indivíduo obeso poderá ter dificuldade em obter e manter a ereção, devido ao excesso de gordura que compromete a circulação de sangue no corpo inteiro. A circulação sanguínea também fica comprometida no interior do pênis, o qual se não for bem irrigado, acaba perdendo a rigidez e a turgescência. Lembre-se que estar acima do peso também pode dificultar a fluidez na variação das posições e movimentos na performance sexual.

 

Exemplificando: se uma pessoa não troca com frequência o óleo de seu carro poderá obstruir a dinâmica da refrigeração do veículo, comprometendo a performance e vida útil do mesmo. O excesso de gorduras no organismo pode, de maneira semelhante, prejudicar o seu funcionamento. Alguns sintomas que podem aparecer: cansaço, “panes” nas ereções e outras dificuldades no ato sexual.

 

Previna-se: procure um nutricionista ou médico especialista e mantenha uma dieta saudável e uma atividade física que lhe proporcione prazer, com frequência e disciplina.

0

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante Domingo, 16 Maio 2021


Newsletter

Receba Conteúdo Exclusivo em seu email.

Parceiros